PRÉ OPERATÓRIO

Como Preparar a(o) Paciente para a Cirurgia

  • A primeira consulta geralmente é longa e detalhada. Falamos sobre os desejos e anseios de cada paciente, cabendo a nós médicos fazermos um diagnóstico e propormos um tratamento cirúrgico ou clínico. A partir deste momento damos continuidade à preparação solicitando-se exames pré-operatórios pertinentes e fornecendo pormenores sobre cada procedimento.

Que cuidados devem ser tomados?

  • A alimentação deve ser balanceada e pobre em gorduras saturadas, açúcar refinado e produtos industrializados. A qualidade da pele vai depender grandemente da alimentação, exposição solar, cuidados de higiene e hidratação e ainda da carga genética individual. Recomendamos a parada com o cigarro no mínimo 30 dias antes da cirurgia e a suspensão de alguns medicamentos que possam alterar o resultado da cirurgia.
  • Alguns medicamentos para o controle de doenças crônicas devem ser mantidos no período pré-operatório, no dia da cirurgia, como os anti-hipertensivos, anti-anginosos, antiarrítmicos, hipolipemiantes, anticonvulsivantes, broncodilatadores, antidepressivos serotoninérgicos (fluoxetina, paroxetina) e para tratamentos das doenças tireoidianas.

Os medicamentos que devem ser suspensos antes da cirurgia plástica, segundo a Sociedade de Anestesiologia são:

– Glibenclamida (Daonil®) – 24 horas;
– Clorpropamida (Diabenese®) – 36 a 48 horas;
– Insulina NPH – 24 horas, iniciar a regular; AAS – 07 dias;
– Heparina de baixo peso – 12 a 24 horas;
– Heparina cálcica ou sódica – 06 horas; Ticlopidina (Ticlid®) – 15 dias;
– Antidepressivos tricídicos (amitriptilina) – 03 dias;
– Inibidores da MAO (Parnate®) – 15 dias.;
– Inibidores do apetite (Sibutramina – Reductil®) – 15 dias;
– Fórmulas emagrecedoras – 15 dias;
– Varfarina (Marevam®) – 03 a 05 dias, substituir por heparina; Inibidores da enzima conversora (ECA) – no dia da cirurgia;
– Alho – 07 dias;
– Ginkgo biloba – 07 dias; Ginseng – 07 dias;
– Erva de São João – 07 dias.

Beber mais água é recomendável? Por que?

  • A água tem inúmeros benefícios, que vão desde uma maior queima de gorduras, devido ao aumento do metabolismo, melhor controle da fome, remoção de toxinas, maior brilho na pele, menor fadiga por permitir um maior fluxo de nutrientes à todas as células, digestão facilitada com combate a prisão de ventre, oposição à muitas enfermidades, desde uma simples gripe, até a calculos renais, artrites, diabete, hipertensão, etc.

A atividade Física é importante nas Cirurgias Plásticas de Corpo? Por quê?

  • A atividade física moderada e equilibrada pode promover bem-estar e aumentar a qualidade de nossas vidas. Para a cirurgia plástica, principalmente nas lipoesculturas, um corpo com bom tônus muscular certamente irá realçar o resultado. Notamos também que mesmo os pacientes sedentários após uma plástica tendem a se cuidar mais iniciando programas de exercícios físicos.

O que se deve evitar?

  • Alimentos muito salgados ou picantes, pois são responsáveis por causar retenção de líquidos (pimentas caienas e malagueta, cebola, alho, rabanete, gengibre, alimentos condimentados em geral);
  • Se você for receber anestesia geral ou sedação, não poderá comer e beber nada para evitar vômitos durante a cirurgia que podem ser perigosos se aspirados para os pulmões;
  • Doces (bolos, tortas, chocolates).  Eles prejudicam a cicatrização, por isso que diabéticos correm riscos muito altos em cirurgias complicadas;
  • Qualquer medicamento para emagrecer (inibidores do apetite), que eventualmente esteja fazendo uso, por um período de um mês antes do ato cirúrgico. Isto inclui também certos diuréticos;
  • Bebidas alcoólicas;
  •  O fumo é terminantemente proibido.
  • Deve-se informar ao seu médico os medicamentos que estão sendo ingeridos. Dependendo do medicamento terá que ser suspenso.

O QUE DEVO CONSUMIR?

  • Dieta balanceada em proteínas para se obter melhor cicatrização, ajudando na reconstrução dos tecidos perdidos (clara do ovo, carnes, peixes);
  • Alguns nutrientes favoráveis ao processo de cicatrização são: Vitamina A / E / B1 / C / Magnesio /Zinco, tente procurar essas fontes (cenoura, queijo, fígado, abóbora, sardinha, gema de ovo, manga, tomate, semente de girassol, algodão e soja, óleo de semente de açafrão, óleo de soja, azeite de oliva, banana, couve, manteiga, nozes, carnes, amendoim, óleo de coco, gergelim e linhaça), é bom ressaltar que a cicatrização vai depender do tipo de laceração que a pele sofreu;
  • Dieta balanceada com muita fibra. Este cuidado evita o aparecimento de cólicas e da constipação intestinal no pós-operatório (frutas, vegetais, pão integral, nozes, legumes, cereais integrais e farelos);
  • Ferro, para evitar anemia e a dificuldades de cicatrização, O ideal é incorporar um cardápio rico nesse nutriente pelo menos dois meses antes da cirurgia (miúdos, carne de vaca, aves, peixe, gema de ovo (ferro e vitamina B12), feijão, lentilha, ervilha, tofu e outros produtos de soja,tâmaras, passas, damascos e melado de cana,pães e cereais enriquecidos com ferro, frutas cítricas e outras fontes ricas em vitamina C, que aumenta a absorção de ferro pelo organismo – laranja, acerola, limão, morango, vegetais verdes escuros e verduras em geral);
  • Mamão é uma boa pedida. A papaina encontrada nele é boa pra circulação, e ainda por cima tem propriedades cicatrizantes. Além de ser ótimo digestivo, e regular o intestino;
  • Jejum na noite anterior à cirurgia após uma janta leve (líquida);